fbpx

GS da LOUD comenta convite para o time e experiência em Vegas

A equipe LOUD de Free Fire, criada em maio de 2019.  A equipe já disputou duas edições do Free Fire Pro League e também World Series, o campeonato Mundial de Free Fire, que foi vencido pelo Corinthians no dia 16 de novembro no Rio de Janeiro.

GS da LOUD comenta convite para o time e experiência em Vegas

Além dos pro players, a LOUD também conta com influenciadores que criam conteúdo diariamente e fazem streams do Battle Royale da Garena na Nimo TV.

Gilson “GS” Santos é um dos streamers mais conhecidos da equipe, o jogador já foi top 1 global por várias temporadas seguidas e atualmente conta com 1,3 milhões de seguidores em seu canal no YouTube. Em conversa com o TechTudo, GS comentou o convite para a LOUD e a experiência de ter ido à Las Vegas.

GS começou a jogar Free Fire com a namorada em fevereiro de 2018. Depois de apenas duas temporadas, o player já estava em primeiro lugar no ranking mundial do jogo. Gilson criou então seu canal no YouTube e começou a fazer vlogs e streams. “Fazer streams de Free Fire não foi difícil pra mim. Eu trabalho com YouTube há 5 anos e já tive canais de outros jogos, como CS:GO. No começo foi difícil porque eu era muito tímido, mas com o tempo foi ficando mais fácil”, contou.

Gilson está na LOUD desde que a equipe foi anunciada oficialmente no início do ano. O jogador contou que o convite para participar da organização veio da indicação de um amigo. “Eu tava top 1 global na temporada 7 e o Crusher, que é meu amigo e já estava na LOUD, me indicou para o PlayHard. Eles me chamaram e eu gostei muito da iniciativa do time, então aceitei a proposta,” disse.

Depois de algum tempo na org, GS foi convidado por PlayHard para criar conteúdo para a LOUD na cidade de Las Vegas, nos Estados Unidos. O jogador ficou três meses em solo internacional fazendo streams e vlogs para o canal do time.

“Vegas foi uma experiência nova na minha vida, eu nunca tinha saído do país. Consegui gravar muita coisa e viver várias coisas diferentes”,

Mesmo com pouco tempo no cenário, a LOUD é um dos times com mais fãs na comunidade de Free Fire. A organização foi vice-campeã da Season 3 da Free Fire Pro League e se classificou para o Free Fire World Series 2019, onde ficou em nono lugar na tabela. O grande vencedor do torneio foi o Corinthians, que, assim como a LOUD, é uma equipe nova no cenário com jogadores muito jovens.

Para GS, qualquer player casual pode se tornar um pro player, se houver muita dedicação.

“No começo também foi difícil pra mim, eu morria direto, mas comecei a procurar dicas e fui me aperfeiçoando. A maior dica é nunca desistir”

 Segundo GS, o Free Fire vai se expandir ainda mais no Brasil, e a LOUD tem muitos planos para 2020.

Você pode gostar!

2020-03-22T21:05:17-04:00
×