fbpx

Os notebooks da Apple, geralmente os mais atuais, podem não ser uma opção viável ao usuário que investe em um PC pensando em melhorar desempenho com upgrades de memória, SSDs e processadores, o jeito acaba sendo trocar por um novo, mesmo com poucos anos de uso.

Em 08/04/2021  19:25

Técnicos descobrem como fazer upgrade de RAM e SSD em Macs com chip M1

Alguns modelos de MacBooks, possuem vários componentes, como a memória e o armazenamento interno, integrados à placa mãe. Tendência que continua valendo nos produtos da empresa embarcados com o novo chip de processamento M1.

Para os entusiastas e corajosos de plantão, parece que há uma maneira de fazer upgrades, mesmo nos Macs que dispensaram os processadores da Intel em favor do chip da Apple. Como mostrou o site MacRumors, técnicos chineses encontraram uma forma de retirar os chips de RAM e o SSD para trocá-los por peças de maior capacidade.

Com isso, é possível aumentar os 8 GB de RAM de um MacBook com M1 de entrada para 16 GB, bem como o SSD, que pode chegar até 1 TB frente aos 256 GB originais. A boa notícia é que o macOS, inclusive, reconhece esses upgrades como se fossem oficiais.

Um Procedimento arriscado!

Ainda assim, vale uma ressalva: o processo é invasivo e arriscado, já que envolve a remoção dos chips, substituindo-os por componentes que não se encontram facilmente por aí. Aliás, além de difícil, essa prática pode invalidar a garantia oficial oferecida pela Apple.

Por fim, a descoberta mostra que a plataforma M1 pode ser mais flexível no futuro. Com isso, os próximos Macs podem adotar caminhos mais fáceis para o usuário manter sua máquina funcionando por mais tempo, algo que era mais simples nos portáteis mais antigos da Maçã.

Destaques

Por |2021-04-08T21:19:11-04:008 de abril de 2021|
×